Introdução ao Módulo 3

No Módulo 3, aprenderá a dominar quatro competências principais:

  1. Pensamento do projeto
  2. Sistemas alternativos
  3. Biomimética
  4. Permacultura

Ao perceber como inovar nestas áreas, poderá criar sistemas sustentáveis. Começamos por aplicar a inovação à sustentabilidade social. Passamos depois para o design thinking, seguindo-se as restantes plataformas de inovação.

Introdução à inovação

Recentemente, a inovação tornou-se um tema “quente” na área dos negócios, especialmente no campo do empreendedorismo.

Ser um empreendedor de sucesso requer o uso dos seus talentos criativos, aplicados de forma inovadora a um contexto de negócios.

Em 2011, Susan Wojcicki, vice-presidente de publicidade da Google, divulgou os 8 princípios de inovação desta empresa. No entanto, não são apenas as grandes empresas que podem explorá-los. Como empreendedores, podemos adotar este tipo de prática para criar um impacto no mundo.

Depois de ter uma ideia para um produto ou serviço inovador, aplique estes princípios e leve a sua empresa ao próximo patamar de crescimento.

Ao trabalhar com os 8 princípios de inovação da Google, abaixo descritos, reflita no seu diário sobre como poderá aplicá-los às suas próprias circunstâncias.

Concentre-se no utilizador final

Pode pensar que a sua ideia é o máximo, mas qual a opinião dos seus potenciais clientes? Estarão em sintonia? Sabe o que motiva o seu comportamento, o que molda a sua cosmovisão, as suas premissas culturais e os seus valores? Se deseja que um produto ou serviço seja relevante, é necessário começar com o utilizador final em mente.

Partilhe tudo

Vivemos numa época em que quase todas as informações estão prontamente disponíveis através do clique de um botão. Ao transformar os seus dados em código aberto, estará basicamente a permitir que os seus clientes melhorem o seu produto ao longo do tempo. Partilhe amplamente e livremente e veja o que recebe em troca. Melhor ainda – integre o feedback nas principais componentes do seu produto ou serviço para receber métricas de desempenho em tempo real.

Procure ideias em toda a parte

Nunca se sabe de onde poderá vir a próxima grande ideia. Não deixe pedra sobre pedra. O crowdsourcing é uma excelente forma de explorar uma abundância de ideias e interesses, que podem ser comercializados e vendidos como a próxima grande novidade. Fique atento e aberto ao que está a acontecer ao seu redor. Ao manter-se aberto ao ciclo de feedback, poderá integrar ideias no seu produto ou oferta de serviço.

Pense grande, mas comece pequeno

Podemos ter grandes ideias para o próximo grande projeto a ser lançado na estratosfera. Isso é ótimo. Mas comece com passos pequenos e cresça a partir daí. Tenha como objetivo influenciar um pequeno grupo, que poderá divulgar a sua mensagem ao próximo pequeno grupo, através do poder do marketing de boca em boca. Invista no pequeno para chegar ao grande.

Nunca pare de falhar

A Google ensina os seus funcionários a falharem com frequência, a falharem rapidamente e a falharem para o futuro. Gostaria de acrescentar que a sua mentalidade é uma componente crítica desta narrativa. Apenas através de uma como descrito no Módulo 1 de desenvolvimento pessoal – mantendo-se aberto ao ciclo de feedback e aprendendo com os seus erros, poderá transformar o fracasso em sucesso. -como descrito no Módulo 1 de desenvolvimento pessoal – mantendo-se aberto ao ciclo de feedback e aprendendo com os seus erros, poderá transformar o fracasso em sucesso.

Imaginação apoiada em dados

Ter uma imaginação lúcida é importante para o processo criativo, mas não se esqueça de a apoiar em dados brutos. Uma coisa é desencadear uma ideia; outra, mostrar que funciona. Os investidores gostam de resultados tangíveis, de ideias que se fundamentem em estatísticas que valham o investimento do seu dinheiro. Não se esqueça de aplicar as métricas à sua ideia para mostrar que funciona em vários níveis.

Seja um jogador de plataforma

AirBnb, Uber, Instagram – estas empresas são todas plataformas. Parece ambicioso, mas será você um jogador de plataforma, quando se trata de agitar o mercado? Embora estas plataformas atirem muita riqueza para o topo da pilha, considere antes como podemos usá-las para fazer a diferença. Isto relaciona-se bem com o conceito de “pensar grande, mas começar pequeno” para testar a viabilidade e longevidade da sua ideia no mercado.

A sua missão importa?

Quando as coisas correm mal e as dificuldades aparecem, a sua paixão é suficiente para as superar? Se não, talvez precise de reavaliar o seu propósito. Como empreendedor, passará inevitavelmente por altos e baixos, mas serão o seu compromisso e a sua paixão que o farão chegar ao outro lado.

Seja focado, comprometido e persistente. Abrir um negócio pode ser um desafio, mas, com a ajuda dos 8 princípios de inovação da Google, todos podemos testar as nossas ideias no mercado, à medida que expandimos os nossos interesses e aumentamos o nosso valor.

De seguida, passaremos para a primeira competência necessária para a inovação – design thinking e inovação social para resolver aquilo a que chamo “problemas viciosos”.