Medite para Melhorar a Sua Vida

O mindfulness é um estado de consciência que lhe permite estar mais presente na sua vida e nas decisões que toma. Há várias formas de desenvolver este estado de consciência – e uma delas é a meditação. Nesta Atividade, aprenderá a dominar os seus estados de consciência através da meditação.

 

“Esvazie-se de tudo. Deixe a mente aquietar-se. 10.000 coisas vêm e vão enquanto o Eu observa o seu regresso. Elas crescem e florescem, depois voltam à fonte. Voltar à fonte é a quietude, que é o caminho da natureza.
“esvazie-se de tudo. Deixe a mente ficar quieta. 10.000 as coisas sobem e caem enquanto o Self assiste seu retorno. Crescem e florescem, e depois regressam à fonte. Retornando à fonte é a natureza, que é o caminho natural. “-LaoZi

Em primeiro lugar, é importante perceber porque quer meditar. Pode desejar obter maior clareza e foco, trabalhar de forma mais rápida e inteligente, ser capaz de considerar diferentes modelos mentais em simultâneo ou apenas obter uma sensação mais profunda de relaxamento e paz.

Descreva as suas razões para querer meditar antes de começar a praticar, para que possa acompanhar o seu progresso ao longo do tempo.

A sua estratégia de meditação

Existem duas formas de abordar a meditação:

  1. Consistência da prática: Sentando-se todos os dias durante pelo menos 15 a 30 minutos.
  2. Profundidade da prática: Participando num retiro em que entra mais a fundo na sua prática (permanecendo sentado até 10 horas por dia), acedendo a níveis elevados de consciência.

Profundidade e consistência são aspetos importantes de uma prática de meditação holística – que pode melhorar a sua vida! Existem duas formas através das quais a meditação pode ajudá-lo a alcançá-las, abaixo descritas.

Dominar os estados de consciência

Reagir à dor, ao desconforto ou a emoções baseadas no medo pode ter consequências negativas para o seu bem-estar. Quanto mais reage a um determinado sentimento ou pensamento, mais tende a perceber que há algo “errado” consigo.

Na meditação, a ligação entre o córtex pré-frontal (a parte do cérebro que produz informações sobre quem você é) e os “centros de medo” começa a desvanecer.

Em vez de interpretar uma emoção baseada no medo como significando que há algo errado consigo, simplesmente traga a sua consciência para o sentimento, sinta-o e deixe-o passar.

Dominar esses sentimentos significa que, caso se sinta ansioso, com medo, raiva ou se tiver uma sensação física de dor ou desconforto, poderá viver a experiência sem a necessidade de a mudar.

A meditação permite-lhe transcender as sensações que já não lhe servem – permitindo-lhe agir com maior clareza e tranquilidade.

Dominar o desenvolvimento psicológico

A maioria das pessoas vive as suas vidas no primeiro nível do desenvolvimento psicológico. Neste modo egocêntrico e de sobrevivência, é quase impossível ver qualquer coisa fora do seu nível de desenvolvimento.

Uma prática de meditação consistente, por outro lado, ajuda-o a colocar-se no lugar do outro; crescendo com empatia e compaixão na sua prática.

Uma maior consciência das experiências dos outros permitir-lhe-á transcender este nível e avançar para o segundo nível de desenvolvimento psicológico – um modo mais integral e holístico de perceber o mundo.

Neste novo nível de mindfulness, desenvolverá um sistema operacional completo sobre como se vê a si mesmo e aos outros em relação ao contexto. Um estado mais elevado de consciência também significa que processará informações a um ritmo mais rápido – tomando decisões que estão alinhadas não apenas com as suas próprias necessidades, mas com o avanço psicossocial de todos.