Transitar da Carreira para a Vocação

Agora que tem as ferramentas necessárias para cultivar a relevância e viver com um sentido de propósito, está pronto a embarcar na Atividade 2, transitando da carreira para a vocação.

A diferença entre uma provação e uma aventura reside inteiramente na sua atitude. Ao descobrir o seu propósito, pergunte-se: estou animado e interessado, ou relutante e em dúvida?

Presos em rotinas, culpamos, andamos à procura de defeitos, erguemos barreiras, inventamos desculpas, tudo isto impedindo-nos de concretizar o nosso maior potencial.

Em cada momento, tem uma escolha: ser uma vítima, projetar raiva e enterrar a dor. Ou descontrair, assumir um estado de presença e responder de forma inteligente.

Comece onde está, observando o seu comportamento. Que mudanças precisa de fazer para sintonizar com a sua visão?

Descobrir a sua identidade

Existem 5 componentes principais que formam a identidade:

  1. A sua atitude: determinada pelos seus pensamentos, sentimentos e emoções.
  2. Os seus talentos: aquilo em que é naturalmente bom.
  3. As suas aptidões: o seu ofício, a sua prática (que deve estar alinhada com os seus talentos).
  4. Os seus interesses: aquilo por que é apaixonado e o que gosta de fazer.
  5. A sua visão de mundo: moldada pelos seus pressupostos, ideologias e narrativas culturais, bem como por sistemas como o dinheiro, a educação, a política e a religião.

Melhore as suas aptidões com uma prática deliberada

Gary Player disse: “Quanto mais pratico, mais sorte tenho”. Thomas Edison levou mais de 1000 tentativas para inventar a lâmpada.

Você pode, no entanto, progredir mais rapidamente, se adotar a mentalidade certa. Quanto mais responsivo for ao ciclo de feedback, mais rapidamente poderá transcender o que já não lhe serve. Preparar-se para estar atento, descontraído e focado permite-lhe explorar o seu potencial com maior rapidez.

A transição para a sua vocação requer um processo de autodescoberta, assim como uma maior conscientização de como responde ao contexto. Com o objetivo de compreender a identidade, trabalhamos cada componente separadamente. Contudo, quanto mais conscientes nos tornamos, tanto do interior quanto do exterior, mais os vemos, não como dois construtos separados, mas como um todo integrado.

Viver com um maior sentido de propósito requer que se torne consciente da sua identidade em múltiplos níveis. Praticar o mindfulness aumentará o seu bem-estar, criatividade e capacidade de concentrar a sua atenção onde for mais necessária.